segunda-feira

fragmentos de dias aflitos

Os acontecimentos vandalizam minhas idéias.

Mas eu caminho, bamboleante. Ontem salvei uma libélula da alegria felina de minha gata, fazendo as vezes de caçadora. Quantas alegrias homicidas vemos por aí. Não a dela, instintiva e doce com seu brinquedo, encantada pelo frêmito esfuziante de asas. Mas, a dos predadores pensantes, que devoram corações e almas, e ainda palitam os dentes...

***

Pensei em todas as coisas que poderia fazer para mudar meu destino e nunca tive coragem... vamos começar pelo começo: ...Fiz uma lista de desejos.

***

Me matriculei numa academia. Queria aulas de yoga, mas fiquei na espera.

***

Recebi flores e ternuras de um completo estranho. Certas estranhezas me agridem.
Gosto das gentilezas repentinas e acredito no afeto solidário. Mas há exceções. Há que se duvidar das boas intenções de um desconhecido desarvorado.

***

Ontem, também ontem, saí a caminhar na noite de uma cidade pequena e cheia de estrelas, queria beijos da lua.

***

Amanhã vou pra Belo Horizonte, trabalhar contra a vontade. Odeio viagens de afazeres, mas prometo curtir a paisagem...

***

Na cortiça um provérbio chinês irradia o obscuro do meu quarto: “A vida é cair sete vezes e levantar oito”. Tão real.

13 comentários:

Afra disse...

Adorei, Dai!!! Que todos os seus desejos se realizem sempre. Vc é um desses exemplos raros de gente fina, elegante e sincera.
Beijão.

Juliana Louro disse...

Gostei muito do seu blog, também tenho um cemitério dentro de mim, mas tento manter uma maternidade na minha alma para compensar as perdas.
Abs da Ju

Julie disse...

Boa viagem!
Na volta nos conte novidades boas!
Beijo

Wagner disse...

"Cair sete vezes...?" Caramba!, quantas vezes será que já caí? Será que já me lenvantei de alguma dessas quedas? O tal provérbio chinês me pareceu bem mais assustador que real. E porque 7 vezes?
Enfim, boa viagem e que o "trabalho forçado" dure o menos possível.

Beijo.

Sara_evil disse...

corrigiduh

sigo no levanto e kaiu a exaustão.....desarvoro na esperança de me avoreçer...desisto por que senão terei que me afirmar...amanhã realizarei de novo amanhecer-me....me reinventarei descrendo do que inveinveinta-me para crer-me....resta - me aproveitar o dia, desavorar-me e ver flores em vc!...rs

Mani disse...

Bem, minha vida é assim...Cheia de quedas. beijos

Thaty disse...

Amei seus fragmentos. E também de saber que veio aqui para pertinho de mim. Mas só soube tarde demais: seu post é de segunda e hoje já é quinta. Senão, poderíamos pensar em você vir pra cá.

Beijinhos!!

camille disse...

Elegante a senhorita. Pra contar o seu dia-a-dia. A gente caí e levanta quantas vezes for preciso, é assim que é. E a yoga... bom, já fiz, já amei, já odiei, agora me faz falta. Belo Horizonte? Eu achava que você era carioca... Não sei bem o motivo, eu misturo muito as estações (e crio outras sem motivo algum). Beijos e que o trabalho forçado traga recompensas boas.

Turmalina disse...

Adorei o provérbio....
Perfeito para o meu momento atual...hehehe
Melhor ainda se for com bom humor!!!
Beijo

Tom disse...

Belo provérbio... mas já ouvi tantas variantes dele estes dias, que estou de saco cheio! hauhauhauha
Beijo!

Laura disse...

eu conhecia o provérbio do y ching, não é? certo.
há que se ter força para levantar sete ou mais vezes, 'c'est la vie', mes ami.
gostei do que diz hoje. Tbm acho certos agrados estranhos.
aproveite a noite de Minas é linda.
bj laura

Julie disse...

Me passa tua receitinha de malva?
Beijo

pedro pan disse...

, salvar libélulas, que bonito isso. beijos de a lua também. vim aproveitar as paisagens de seus textos...

, gostei de aqui voltarei mais vezes.
|beijos meus|